• (31) 97113-7028 (Vendas)
  • (31) 99150-4973 (Suporte, manutenção e projeto)

Dicas e Tutoriais

Materiais de filamento para impressora 3D

4 dicas para escolha ideal do material de filamento para impressora 3D

A tecnologia de impressão 3D vem avançando bastante nos últimos anos. Várias empresas já identificaram o potencial e estão investindo em inovações, aplicando novas tecnologias e funções nas impressoras e também desenvolvendo novos materiais. No Brasil, a 3D Lab é referência em desenvolvimento de filamento para impressora 3D, com estruturas de laboratório e fabricação voltados para esses produtos. Mas, diante das opções, a escolha do material ideal para cada projeto pode gerar dúvidas.

Neste post, vamos apresentar os materiais disponíveis e as maneiras de se encontrar o mais indicado para o seu projeto. Confira!

Materiais de filamento para impressora 3D

Quais são os principais materiais de filamento para impressora 3D?

Hoje, o filamento para impressora 3D permite que se crie objetos com características completamente diferentes entre si. Com uma mesma impressora, você pode criar peças de decoração até objetos utilizados em grandes equipes de Engenharia. Elas podem ter alta resistência mecânica e química como também podem ter uma aparência rústica, filamento composto por fibras de madeira. Veja alguns dos principais materiais:

1. Filamento PLA

O PLA (ácido poliláctico) é fabricado a partir de fontes renováveis ​​e não é prejudicial para a sua saúde ou o ambiente quando as peças são descartadas.

Material de fácil impressão, possibilitando a utilização em impressoras abertas ou fechadas, com ou sem mesa aquecida. Por sua baixa contração (warp) ele é indicado para peças grandes e peças técnicas, com dimensional controlado, além de peças que serão expostas à esforço de abrasão, por possuir dureza superficial elevada em comparação a outros materiais. Suas cores são brilhantes e possibilitam a impressão de peças bem vibrantes.

2. Filamento ABS

O ABS é um material muito utilizado nas indústrias. Sua resistência à temperatura e absorção de impactos o torna um material apto para impressoras 3D. Sua cor opaca tem um visual agradável para peças que necessitam de menos brilho. Uma característica muito atrativa do ABS é a facilidade de acabamento após a impressão. Por ser um material de dureza superficial baixa, se torna abrasivo e fácil de lixar, além de possuir a acetona como solvente.

Se a peça impressa em ABS possui um aspecto mais opaco, o acabamento com acetona o dá mais brilho e consegue corrigir algumas imperfeições que podem ser geradas. Lembrando que a acetona deve ser pura e manuseada com cuidado.

A 3D Lab fabrica e fornece o ABS Premium, um material que foi desenvolvido para corrigir algumas falhas do ABS comum, como warp, cheiro forte e falhas na adesão entre camadas.

3. Filamento PETG

O filamento PETG é o material mais nobre da nossa lista. Além de ser um material muito resistente mecanicamente, quimicamente e a temperatura, é um material com alta facilidade de impressão. Assim como o PLA, pode ser utilizado em impressoras abertas ou fechadas, com ou sem mesa aquecida. Resumidamente, ele apresenta a facilidade de impressão do PLA aliado as propriedades do ABS, o que é ótimo para a impressão 3D. Além disso, ele tem alta resistência química, o que possibilita utilizá-lo em peças que vão sofrer interferência com algum reagente. Ele não apresenta warp, possibilitando a impressão de peças grandes.

Quadro comparativo

O quadro acima mostra as características de cada material ofertado pela 3D Lab. Os dados foram coletados a partir de análise de laboratório, com os materiais fabricados em nossa fábrica.

Como escolher o material ideal?

Agora que você já conhece os principais materiais de filamento para impressora 3D, vamos dar 4 dicas para escolher o material ideal para seu projeto.

1. Verifique a aplicação da peça

Uma análise muito importante é quanto a aplicação da peça. Para que serve a peça? Quais as condições que ela ficará exposta? Ela vai trabalhar em alta temperatura ou em contato com algum reagente? Esses são exemplos de questionamentos que lhe ajudarão a definir o melhor material para a sua impressão.

A análise de aplicação serve para imprimir uma peça que de fato vai atender às necessidades e também para a questão do custo. Talvez a peça que você deseja fabricar não tem nenhuma necessidade específica e pode ser impressa com um material mais barato. Ou então ela tem uma característica específica que se for utilizado o material de menor custo, ela não atenderá e será necessário imprimir novamente, com o material adequado. Isso pode aumentar muito o custo final do projeto.

Aplicação - filamento para impressora 3D

2. Verifique as características da sua impressora

Como dissemos, entre os três materiais principais, o PLA e o PETG podem ser impressos em qualquer impressora. Já o ABS é indicado somente para impressoras fechadas e com mesa aquecida. Se sua impressora não tem essas características, se torna uma limitação na escolha do material. Fique atento a este ponto e não compre um material que sua impressora não consegue trabalhar. Se você ainda não tem uma impressora 3D, é importante considerar os objetivos para escolher a melhor opção.

3. Verifique a disponibilidade do material

Se você já analisou a aplicação da peça e conferiu se sua impressora consegue trabalhar com o material, agora é hora de verificar a disponibilidade do filamento. Algumas empresas que fornecem filamentos trabalham só com os materiais básicos. A 3D Lab é especializada no desenvolvimento de materiais, produzindo seu próprio filamento para impressora 3D. Você encontrará uma gama de opções, entre materiais e cores. Hoje, a empresa fabrica e fornece o PLA, ABS Premium, 3DLabFlex (flexível), 3DLabWood (madeira), PETG e HIPS (solúvel). Além disso, é oferecida uma quantidade muito grande de cores, chegando a 17 variações de acordo com o material.

4. Estime o orçamento

Muitas pessoas estão usando a impressora 3D para oferecer serviços de impressão. Para isso, é necessário calcular o custo do trabalho. Você deve levar em conta os seguintes pontos:

  • Adequação do modelo 3D se necessário;
  • Trabalho de acabamento;
  • Insumo;
  • Tempo de impressão;
  • Investimento na máquina;
  • Taxa de desperdício;
  • Energia elétrica gasta;
  • Margem de lucro.

Analisando cada ponto e quantificando-os, é possível perceber que o custo do filamento para impressora 3D em relação ao custo total do projeto é pequeno. Como exemplo, podemos pensar em uma peça que leva 20 horas para ser impressa. Normalmente, os profissionais da área cobram entre R$20,00 e R$40,00 por hora de impressão. Considerando que essa peça de exemplo gaste 400g de material, com o quilo custando R$129,90, o valor do filamento corresponde a R$51,96, sendo que o valor do projeto foi de R$600,00. Ou seja, o custo de material correspondeu a somente 8,7% do valor do projeto. Veja a conta abaixo:

Quilo do material (1000g): R$129,90 (PLA)

Peso gasto no projeto: 400g

Gasto com material: R$51,96

Preço cobrado por hora de impressão: R$30,00 a hora

Tempo de impressão gasto: 20 horas

Preço cobrado: R$600,00

Gasto com filamento: 8,7%

Analise cada custo e veja as melhores opções dadas as especificidades do projeto.

A escolha do material do filamento para impressora 3D é determinante no projeto. Cada peça tem suas características e essas devem ser atendidas pelo material do filamento. Para escolher o material ideal e não perder tempo com outras opções, é preciso avaliar a aplicação da peça, as características da impressora, a disponibilidade do material e o custo do projeto. Analisando cada ponto dessa lista você fará as melhores escolhas para a construção da sua peça, atingindo o máximo de qualidade e aplicabilidade. Analise bem cada opção e veja quais mais se encaixam nas suas necessidades. Lembre-se de sempre prezar por filamento para impressora 3D de qualidade!

Agora que você já sabe como escolher o melhor material, conheça um pouco mais da 3D Lab em um vídeo de uma visita à fábrica com o pessoal da Innovartti.

Leave a Reply