Afinal o que é um arquivo STL?

Afinal o que é um arquivo STL?

Você sabe o que é um arquivo STL? Esse é o formato de arquivo mais usado na impressão 3D. Hoje quase todos os modelos 3D que serão impressos são salvos com essa extensão de arquivo.


Essa é uma dúvida bem comum para quem ainda está iniciando na impressão 3D ou para quem quer apenas imprimir um projeto, mas não tem maiores conhecimentos na tecnologia.

Hoje vamos fornecer todas as informações necessárias sobre arquivo STL. O que ele é exatamente e quais são as vantagens para você, além de como criá-lo e como usá-lo. Vamos explicar este formato de arquivo em profundidade.

Reserve alguns minutos para ler este conteúdo e não ter mais dúvidas quando ouvir a expressão “arquivo STL”!

Sem tempo para ler? Então ouça este conteúdo clicando no player a seguir:

O que é um arquivo STL?

O conjunto de letras STL foi inicialmente criado não como um acrônimo e sim através da utilização de algumas letras da palavra STereoLithography – palavra em inglês para o termo estereolitografia – no entanto, ao longo dos anos acabou sendo atribuído a esse termo diferentes significados, como por exemplo “Standard Triangle Language” (Linguagem Padrão do Triângulo) ou mesmo “Standard Tessellation Language” (Linguagem de Tesselação Padrão). No entanto o mais importante não é a origem do nome STL, e sim o que esse arquivo é.

Além da impressão 3D, o formato STL também é vastamente utilizado por softwares de análise estrutural de elementos finitos, os chamados softwares CAE. A razão disso é bem simples. Tanto para impressão 3D quanto em análise de elementos finitos, o que se faz é desmembrar um arquivo 3D em partes infinitamente menores, as fatias de impressão. Para isso, a construção de uma malha triangular que produz o modelo STL é perfeita.

A criação de um arquivo STL consiste em converter sua casca externa em uma infinidade de triângulos para tornar o arquivo possível de ser impresso. A escolha dos triângulos se dá pelo fato de ser a figura geométrica mais próxima de um vetor. O triângulo possui intensidade, direção e sentido, propriedades fundamentais para a impressão 3D.

Por que o arquivo STL é importante para a impressão 3D?

Como já expliquei no tópico anterior o arquivo STL é formado por uma malha de triângulos e essa figura geométrica é a ideal por apresentar características fundamentais de leitura da impressora 3D.

A grande vantagem do STL para a tecnologia é que ele é um formato de arquivo universal e todas as impressoras 3D podem lê-lo.

Por este motivo o arquivo STL é talvez o item mais importante de qualquer trabalho 3D. Ele contém o modelo que é usado para fazer um objeto físico, e como um formato de dados padrão, ele tem reinado supremo por quase trinta anos.

Como funciona um arquivo STL?

Vamos um pouco mais longe em nossa explicação. Acabamos de ver que o arquivo STL é na verdade uma tradução do objeto 3D em uma malha geométrica, mas o que isso significa na prática? O arquivo STL codificará a superfície do objeto em formas geométricas, especialmente triângulos, como no exemplo abaixo:

 

A função do arquivo será armazenar as informações dessas geometrias triangulares. Há duas maneiras diferentes para um arquivo armazenar informações: codificação ASCII e codificação binária, que salvam os componentes do vetor e as coordenadas dos vértices.

O formato de arquivo STL pode definir formas complexas (matematicamente falando, poliedros com qualquer face poligonal). Na prática, é usado principalmente para descrever o layout de triângulos em um espaço virtual. Mergulhando um pouco mais, cada face do triângulo é descrita por uma direção perpendicular e três pontos que representam as interseções desse polígono. Um arquivo STL fornece uma listagem completa das coordenadas x, y e z dessas interseções e perpendicularidades.

Para um modelo básico, suas superfícies podem ser representadas usando alguns triângulos. Para modelos de resolução mais alta, são necessários mais para replicar a superfície. Quanto mais triângulos formam um modelo, maior o tamanho do arquivo e mais detalhado o objeto.

Como criar um arquivo STL?

Criar um bom arquivo STL pode ajudá-lo em muitos níveis! De fato, como você já deve saber, a impressão 3D pode ser uma grande vantagem na criação de novos projetos ou mesmo na otimização dos que já existem.

Para isso o primeiro passo para você será criar um modelo 3D. Hoje, quase todos os softwares de CAD no mercado são capazes de gerar um arquivo deste tipo. Você apenas terá que exportar na extensão STL do programa CAD.

Simples né? Então que tal conhecer os 10 dos melhores softwares de modelagem 3D para projetos mecânicos, clicando aqui?

Você pode imprimir um arquivo STL diretamente na sua impressora 3D?

Não! Você precisa de um passo adicional.

Para a impressão 3D, o arquivo STL tem de ser aberto em um fatiador dedicado. O que é um fatiador? É um software de impressão que converte modelos 3D em instruções para a sua impressora criar um objeto, ou seja, converte em GCode.

O fatiador, como o próprio nome sugere, corta o seu arquivo STL em centenas (às vezes milhares) de camadas horizontais planas com base nas configurações que você escolher. Ele então calcula a quantidade de material que sua impressora precisará para imprimir e quanto tempo levará para fazê-lo.

Uma observação importante é que o cálculo de tempo de trabalho dependendo do fatiador utilizado pode não ser muito preciso, então fique atento!

Todas essas informações são agrupadas em um arquivo GCode, o idioma nativo de sua impressora 3D. As configurações estabelecidas em seu fatiador têm um impacto fundamental na qualidade de impressão, por isso é importante ter o software e as definições adequadas para obter a melhor impressão possível.

Todo arquivo STL é imprimível em 3D?

Infelizmente não. Isso porque somente um projeto que é pensado especificamente para impressão 3D pode ser feito em uma impressora FDM. O arquivo STL é apenas o recipiente para os dados, não uma garantia de que algo é imprimível.

O que é fundamental para a impressora 3D são todas as camadas do objeto. Nesta etapa, um software de fatiamento permite criar as camadas em 2D. Depois tudo é agrupado em um arquivo GCode, o idioma que a impressora consegue ler.

Os modelos adequados precisam ter uma espessura de parede mínima e uma geometria de superfície imprimível. Por isso antes de enviar seu arquivo para impressão, você precisa ter certeza de que ele não possui alguma característica que o impede se ser impresso, como por exemplo quando o arquivo está quebrado.

Quando isso acontece, a impressora 3D não consegue imprimir o projeto. Então ao fazer o download de um arquivo STL que você não criou, reserve um tempo de verificação. Isso vai lhe poupar muita frustração (e material desperdiçado).

Confira nosso artigo “como reparar modelos 3D” para resolver os problemas de seus arquivos STL.

O formato STL é o único disponível para impressão 3D?

Quando se trata de formatos de arquivo de impressão 3D, você tem a escolha. Há mais de 30 formatos de arquivo para impressão 3D. O segundo mais importante é o formato de arquivo OBJ, que pode armazenar perfis de cor e textura. Outra opção é o formato de arquivo Polygon (PLY), que foi originalmente usado para armazenar objetos digitalizados em 3D.

No entanto como já dissemos o arquivo STL tem seu lugar de destaque na tecnologia. Isso porque esses arquivos podem ser impressos em qualquer impressora 3D.

Seu arquivo STL está pronto? Faça um orçamento de impressão com a gente e tire seus projetos do papel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *