Retract na impressora 3D: aprenda a configurar esse parâmetro!

Retract na impressora 3D: aprenda a configurar esse parâmetro!

O retract na impressora 3D é o movimento de recuo do filamento necessário para evitar o gotejamento durante os movimentos e deslocamentos que a extrusora executa.


Dentre os parâmetros de impressão 3D, o retract é sem dúvida a principal configuração para reduzir oozing (stringing) em suas peças. Esse é um problema comum na lista dos erros de impressão. Ele consiste na deposição do material enquanto o bico se desloca de uma posição para outra.

Mesmo com um certo conhecimento na tecnologia, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre como ajustar esse parâmetro. Por exemplo, quais são os valores aceitáveis para cada material, impressora 3D e peça. Compreender um pouco mais sobre o processo e como as configurações nos fatiadores afetam a extrusão pode lhe ajudar a reduzir e até mesmo eliminar o vazamento e alguns outros erros de impressão.

Neste artigo vamos explorar o que é o retract, por que ele é usado e como as configurações são ajustadas para produzir peças perfeitas. Então reserve alguns minutos para ler este conteúdo!

O que é retract na impressora 3D?

Primeiro, vamos começar com a concepção errônea mais comum sobre o que o retract faz e como funciona.

Mito

O retract na impressora 3D “suga” o filamento de volta através da extremidade quente. Então, quanto mais retração você usar, menos escorrerá.

Verdade

Uma vez que o filamento tenha derretido na “zona de fusão”, ele não pode ser retirado. Se ele já está derretido e a pressão negativa “puxar” o filamento líquido para cima isso provavelmente levaria a muitos entupimentos e outros problemas de extrusão, mas esse não é o caso.

Então, o retract não puxa o filamento de volta através do bico?

Na verdade, o que acontece é que o movimento negativo, retraindo o filamento, só consegue retornar a área que está sólida (em azul na imagem abaixo). A parte que já está em estado líquido não retrai. Com isso, a pressão sobre a área líquida é reduzida e o escorrimento de material não acontece.

Quando o extrusor viaja entre dois pontos sem que o filamento seja depositado, este tende a escorrer. Esse processo faz com que blobs e/ou oozing ocorram em suas impressões, e quando isso acontece é realmente irritante.

Uma maneira de eliminar esses problemas é permitir o retract em seu programa de fatiamento. Essa configuração diz à extrusora para puxar um comprimento especificado de filamento de volta para o bico a uma velocidade também especificada.

Quando o material é retraído temporariamente do bico, o vazamento é muito menos provável. Com as configurações de retract certas para a sua impressora e o filamento utilizado, você não deve ver nenhum fio ou o efeito de blobs.

Porém, ainda existe muita desinformação por aí sobre quanto retract você deve usar. Eu já vi recomendações de 0,1mm até 20mm. Então, qual é o valor correto?

O valor correto é o valor mínimo necessário para reduzir o máximo do vazamento de material. Algumas máquinas exigem mais retract do que outras, e cada material tem requisitos diferentes. Em geral, no entanto, é improvável que você precise de mais de 5 mm ou menos de 1 mm.

Então agora que você já sabe o que é retract vamos conhecer um pouco mais sobre suas configurações. Devemos primeiro dar uma olhada na distância de retract na impressora 3D. Após mostraremos a velocidade de retract na impressora 3D que é uma das três configurações principais de retract. Finalmente, falaremos também sobre a distância mínima de deslocamento.

Distância de retract na impressora 3D

A distância de retract na impressora 3D define o comprimento do filamento a ser retraído pelo motor da extrusora. Quanto mais longa esta distância, mais longe do bico o filamento é puxado. Se esta distância for definida muito baixa, o filamento ainda será capaz de escorrer durante a impressão. Se definido muito alto, o filamento será puxado muito para trás.

Essa configuração varia dependendo do tipo de material, do tipo de sistema de extrusão (Direct  ou  Bowden) e do tipo de HotEnd. Para materiais flexíveis a retração deve ser desativada para evitar que o filamento enrole no pinhão da extrusora.

A maioria das extrusoras do tipo Direct requer uma distância de retração de apenas 0,5-5,0 mm. Enquanto algumas extrusoras Bowden podem exigir uma distância de retração de até 15 mm devido à maior distância entre a engrenagem de acionamento da extrusora e o bico aquecido.

Em resumo definir a distância de retract muito alta é um problema porque o filamento pode levar muito tempo para iniciar a extrusão novamente. Também pode causar obstruções e entupimentos.

Como regra geral, não selecione uma distância de retract maior que o comprimento do bico. Muitas impressoras usam entre 2 e 7 mm. Ajuste essa configuração em incrementos de 1 mm até encontrar o valor ideal.

Leia também:

Velocidade de retract na impressora 3D

A próxima configuração que você deve verificar é a velocidade de retract na impressora 3D. Ela determina a rapidez com que o filamento é retraído do bico.

Se a impressora retrair muito devagar, o plástico escorrerá lentamente pelo bico e poderá começar a vazar antes que a extrusora termine a mudança para o novo destino. Se retrair muito rapidamente, o filamento pode se separar demais do plástico já derretido dentro do bico, ou o movimento rápido da engrenagem de acionamento pode até moer pedaços do seu filamento.

Geralmente, há um ponto ideal entre 20-100 mm/s, onde o retract apresenta o melhor desempenho. Normalmente, a velocidade de retract padrão do seu fatiador funciona bem. Porém a velocidade ideal pode variar dependendo do tipo de filamento utilizado. Então, quando for ajustar essa configuração faça variações de 5 mm/s até atingir a velocidade adequada.

Distância mínima de deslocamento

retract_impressora_3d_3

Este parâmetro define a distância mínima necessária para permitir o retract. Por exemplo, se definido para 2 mm, uma extrusora não retrairá o filamento se estiver apenas uma distância de 1,2mm entre os pontos.

Se você está lutando contra strings (oozing) que ocorre entre curtas distâncias, diminua o valor dessa configuração. Comece com uma distância mínima de deslocamento de 1 mm e ajuste em incrementos de 0,5 mm até encontrar a distância perfeita.

Certifique-se de não definir este valor muito baixo. Isso pode fazer com que a extrusora danifique o filamento, empurrando e puxando excessivamente.

Configurações adicionais

  •  Habilitar combinação:  ao ativar este parâmetro, que está na seção de opções avançadas de retract do programa de fatiamento (Cura, Simplify3D, Slicer, etc), além de realizar a retração, o HotEnd é impedido de passar por furos. Assim linhas desnecessárias são evitadas nas áreas visíveis das partes internas das peças.
  • Elevação do eixo Z quando retraído (Lift z):  ao mesmo tempo em que ocorre a retração, o HotEnd move no eixo Z pela distância indicada. Esta elevação só é necessária no caso de fazer peças com muitos detalhes para evitar deixar vestígios de material. Se você precisar usar esse parâmetro, recomendamos usar a mesma distância da altura de camada.

Infelizmente, não existe uma fórmula para encontrar o valor exato de cada um desses parâmetros. Isso porque cada impressora 3D e cada extrusora precisam de um valor específico. Portanto, o mais indicado é utilizar valores intermediários e ajustá-los conforme indicado nesse conteúdo. Assim, você encontrará a configuração ideal para suas impressões e não precisará mais se preocupar com alguns erros de impressão.

Uma última dica: sempre que for ajustar algum parâmetro para melhorar a qualidade de suas peças, mude um por vez, assim você saberá exatamente o que cada um alterou em seu resultado final.

Agora que você já sabe como configurar o retract em seu fatiador que tal conferir nosso conteúdo dos 20 principais erros de impressão para não mais cometê-los?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *