Em compras acima de R$ 400,00 o frete é grátis! *Promoção valida para os estados do Sul e Sudeste, Exceto para impressoras 3D

Aumente o valor da sua impressão 3D com essas técnicas!


8 minutos de leitura


É fato que a qualidade afeta diretamente no valor da sua impressão 3D. Porém, não basta entregar somente peças com impressões perfeitas. A solução para esse dilema? Contaremos neste conteúdo!


Com o constante avanço da impressão 3D, os mais variados perfis de usuários estão se beneficiando da fabricação de peças seja para uso pessoal, seja para finalidade profissional. Isso porque são inúmeras as aplicações, que vão de hobbistas ao setor industrial. Joalheiros, designers, médicos, dentistas e engenheiros por exemplo, já identificaram o potencial e o valor da impressão 3D no seu cotidiano.

Se tratando de uma tecnologia com crescimento exponencial, as demandas relacionadas à interação dos usuários com a máquina e seu resultado final tem intensificado cada vez mais. Em resumo, quem está inserido no universo 3D espera:

  • qualidade cada vez melhor das peças fabricadas;
  • maior facilidade no manuseio da impressora 3D e seus componentes;
  • menor complexidade dos softwares utilizados para a impressão de um modo geral;

Estas necessidades estão sendo gradativamente superadas por empresas, universidades, governos e, principalmente, por uma grande comunidade de entusiastas. As várias frentes compartilham possibilidades de melhorias em softwares, hardwares, técnicas de modelagem e fatiamento de peças 3D, além de insumos como filamentos e resinas.

Se tratando de melhoria da qualidade de impressão, os processos que englobam o tratamento e acabamento das peças, assim como o nível de complexidade da técnica utilizada, nos levam a um quarto fator importante para o usuário: o valor da sua impressão 3D.

Atualmente é possível encontrar na internet algumas técnicas manuais de pós processamento que demandam baixo custo, como lixamento e pintura. Em contrapartida, para os mais aficionados pela tecnologia, existem possibilidades de sofisticação que levam a tradicional impressão 3D a um novo patamar.

É sobre estas alternativas de pós processamento que falaremos no conteúdo de hoje. Então pega a pipoca e curta a leitura!

Moldes de silicone a partir da impressão 3D

Molde de silicone para aumentar o valor da sua impressão 3D

A impressão 3D FDM (Fused Deposition Modeling, ou Modelagem por Fusão e Deposição) exige um tempo considerável para ser concluída. Algumas peças podem levar mais de 2 dias para serem impressas!

Mas calma, existe um método que entrega a mesma (ou até melhor) qualidade em bem menos tempo, com considerável redução no desperdício de material. Estamos falando sobre moldes de silicone a partir da impressão 3D! A técnica para gerar maior valor à sua impressão 3D consiste em imprimir um modelo perfeito na impressora 3D FDM e fazer o molde de silicone bipartido.

A partir daí, você consegue produzir várias réplicas do modelo utilizando resina – adquirindo a peça pronta em apenas trinta minutos! Como dito anteriormente, além da economia de tempo gasto, há também a de material, pois você não correrá o risco de perder sua impressão por alguma queda de energia por exemplo, depois de quase 40 horas de impressão.

Quer entender melhor como funciona essa técnica para otimizar o seu ganho com a impressão 3D? O Murilo da 3D Geek Show ensina o passo a passo! Confira:

 

Adicionar eletrônica para aumentar o valor da impressão 3D

Lithophane impressão 3D

Outra maneira de agregar valor à sua peça é deixar a criatividade rolar solta e investir em eletrônica! Um exemplo simples são as luminárias, itens de decoração relativamente simples, mas que possuem espaço garantido na casa de muita gente. Uma outra forma de impressão 3D com eletrônica que podemos citar é o lithophane.

Se trata de uma técnica que vem se popularizando bastante ultimamente, no qual acontece a projeção de uma foto 3D a partir da combinação da impressão com luz. Legal, né?! No vídeo disponibilizado abaixo, o canal Manual do Mundo explica como imprimir fotos 3D. Veja só:

Imprimir brinquedos articulados

Até os adultos não resistem a certos brinquedos, principalmente os que se mexem!

No Thingiverse mesmo você encontra vários modelos articuláveis para imprimir e se divertir. Melhor que isso é aumentar o seu ganho vendendo algumas destas peças! Porém, é válido dizer que em certos casos é interessante você ter um conhecimento avançado do software de fatiamento da peça, assim como o filamento a ser utilizado para a impressão.

Aqui no Showroom da 3D Lab temos alguns modelos de impressão 3D articuláveis. Um deles é o Pangolin, um mamífero de zona tropical encontrado na África e na Ásia, e que ganhou certo destaque na pandemia do novo coronavírus.

Você encontra o arquivo do Pangolim para imprimir aqui.

Peça maciça x peça oca

Um detalhe interessante, é que tendemos a acreditar que objetos mais pesados são melhores e mais resistentes que os objetos mais leves, mesmo se tratando de uma mesma peça. Portanto, investir em peças maciças provavelmente lhe trará um retorno melhor.

Neste ponto você deve estar se perguntando: mas então como vou ter maior retorno se precisarei gastar mais com filamento ou resina?

Existe solução! Basta você imprimir uma peça oca com uma parede bem reforçada, e preenchê-la com gesso! Assim, a peça fica mais pesada, trás uma maior sensação de segurança ao comprador e você gastará bem menos se comparado a uma impressão 3D com preenchimento 100%. Aliás, você economiza até tempo, já que o tempo de impressão reduzirá bastante.

Pós-processamento

Valor da impressão 3D

É claro que não poderíamos deixar de falar sobre o pós-processamento da impressão 3D! Para se ter um excelente acabamento, talvez seja necessário uma especialização ou maior experiência do usuário. Em todo caso, algumas das técnicas de pós processamento são:

  • limpeza;
  • pintura;
  • lixamento;
  • tratamento químico;
  • tratamento térmico.

Além disso, existe o processo de cura que deve ser realizado nas impressões de resina, que envolve a limpeza com álcool isopropílico (para a maior gama de resinas) e exposição da peça à luz UV para finalizar a solidificação.

Outro ponto é realizar, quando necessário, o acabamento superficial utilizando massa para pequenos reparos nas impressões que precisaram de suporte e ficaram com marcas depois da remoção do mesmo. Dessa forma, você dá um melhor tratamento à peça e consequentemente, entrega uma melhor qualidade do seu produto.

Agora é contigo: você já executa alguma dessas técnicas para aumentar o valor da sua impressão 3D? Deu resultado? Viu algo de diferente que pode colocar em prática? Conta pra gente nos comentários o que está dando certo para você e, se tiver alguma sugestão ou dica, compartilhe conosco!

Publicado em:
16/04/2021

Deixe um comentário

Mais posts

Minha conta


Empresa referência em impressão 3D. Impressoras, filamentos e resina para impressão 3D, cursos, manutenção e prototipagem.

Endereço

Rua Toyota, n°490, Jardim Piemont - Betim - MG 
A 20 min do centro de Belo Horizonte.

Horário de funcionamento

08:00 às 17:00 | Segunda à sexta-feira

Dúvidas gerais | Suporte | Vendas

Nossas redes

Este site é protegido pelo reCAPTCHA, a Política de Privacidade e os Termos de Serviço do Google se aplicam.
3D Lab Industria Ltda.
CNPJ 20.212.019-0001/09