• (31) 97113-7028 (Vendas)
  • (31) 99150-4973 (Suporte, manutenção e projeto)

Dicas e Tutoriais

Cientistas criam córneas em impressora 3D para reduzir filas de transplante

Cientistas criam córneas em impressora 3D para reduzir as filas de transplante

Talvez um dos maiores problemas para a área médica seja reduzir o tamanho das filas de transplante! Segundo dados da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO) houve diminuição de 2,4% na taxa de doadores efetivos, em relação a 2017. Tendo passado de 16,6 pmp (taxa por milhão de população) para 16,2 pmp. Por isso o Brasil tem se afastado da meta prevista para o ano que é de 18,0 pmp.

Visando colaborar para o aumento das taxas de transplantes muitos projetos estão em andamento, não só no Brasil mas em todo mundo. Um deles utiliza a impressão 3D como uma alternativa para a falta de doação de córneas humanas.

Neste artigo iremos contar um pouco mais sobre esse projeto. Confira!

O PROJETO

Buscar métodos para diminuir a quantidade de pessoas esperando em filas de transplante tem sido um desafio para associações médicas em todo o mundo. Por isso, pesquisadores britânicos estão com um projeto para a criação de córneas impressas em 3D. Segundo o site TecMundo “por meio de um método de bioimpressão relativamente simples, cientistas do Instituto de Medicina Genética da Universidade de Newcastle, na Inglaterra, conseguiram criar uma “biotinta” que, usada numa impressora 3D, pode reproduzir com facilidade, em apenas 10 minutos, a forma de uma córnea humana.

A pesquisa se baseia na associação de células-tronco de uma córnea saudável a colágeno e alginato. O resultado dessa mistura é um gel que mantém as células-tronco vivas. Além disso ele também apresenta a textura ideal para passar pelo processo de impressão 3D.

cientistas do Instituto de Medicina Genética da Universidade de Newcastle

Cientistas do Instituto de Medicina Genética da Universidade de Newcastle

CEGUEIRA CÓRNEA x FILAS DE TRANSPLANTE

Sendo a terceira maior causa de cegueira no mundo, a cegueira córnea faz pessoas sofrerem anos nas filas de transplante. Atualmente a lista de espera por um transplante de córnea no Brasil conta com quase nove mil pessoas.

A córnea artificial desenvolvida pelos cientistas britânicos ainda passará por muitos ensaios antes de ser fabricada em grande escala. No entanto, os primeiros testes apontam para um projeto promissor que leva esperança para muitas pessoas em todo o mundo.

Quer saber mais? Confira a notícia completa divulgada pelo site TecMundo e compartilhe essa publicação nas suas redes sociais para mostrar esse grande avanço da tecnologia 3D na área médica!

Leave a Reply